Mesa Redonda CANAL DO LINGUADO

Plano diretor(continuação)
30 de agosto de 2019

Promovida pela Associação Empresarial de São Francisco do Sul, realizada na última segunda-feira 02 de setembro, no auditório da entidade. Com importantes lideranças empresariais, autoridades militares, civis e convidados da ACISFS.
O evento teve como objetivo apresentar estudos do meio ambiente, com dados históricos de antes e depois do fechamento do canal, também atual geografia e hidrografia da região da baia Babitonga, e na Barra do Sul.

Experientes estudiosos das academias UNIVILLE ((prof. Claudio Tureck)) e UNIVALI (( Profº. Dr. João Thadeu de Menezes)), e junto com especialista e consultor ambiental Sr. Fernando Diehl, todos trouxeram material bem sintetizado que nos permitiu entender melhor o tema, afim de resgatar as potencialidades naturais da região, que servem de capital econômico ambiental, contudo, atualmente o entrave está em estudos não conclusivos, que não possibilitaram a decisão do Supremo Tribunal Federal em julgamento a uma Ação Civil Pública que envolve o canal do linguado.

Segundo o Procurador do Ministério Público Federal, Dr. Tiago Gutierrez, que explanou o tema jurídico. – “A crença geral é de que a Justiça Federal decidiu que o canal não seria aberto. Essa é a mensagem que transpareceu para a maioria da população. Mas é importante esclarecer que não foi bem isso que a Justiça decidiu”, disse o procurador.

Para Bruno Cezar (Presidente da ACISFS) a duplicação necessita acontecer como foi projetada, com ponte no canal do linguado, e os trabalhos do grupo com objetivo de resolver o impasse jurídico motivada pela Ação Civil Pública, dado a complexidade política e financeira, este tema fosse conduzido pela AMUNESC. – “Sem dúvida, a Associação dos Munícipios do Nordeste de Santa Catarina tem competência para liderar o tema”.

A Associação Empresarial tem o objetivo de manter o time da diretoria engajado no assunto, para acompanhar o desfecho desta ação civil pública, afim de não comprometer o andamento das obras da duplicação da BR 280, que já está licitada, e em obras.

(47) 3444-3402

(47) 3444-2569

Área do cliente
X